Está mesmo melhorando, governador Alckmin?

Última madrugada foi uma das mais violentas do ano em São Paulo: uma chacina, 11 mortos e um ônibus biarticulado queimado; ontem, governador Geraldo Alckmin tentou transmitir tranquilidade ao dizer que as mortes estão diminuindo, mas os números desmentem a tese. Até agora, a guerra vem sendo vencida pelos criminosos



Na tarde de ontem, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, tentou transmitir tranquilidade à população, ao dizer que o número de mortes "está baixando" e que o Estado está vencendo a guerra contra os criminosos.

Infelizmente, os números desta madrugada desmentem mais uma vez o governador. Apenas na última madrugada ocorreram uma chacina com quatro mortos, em Santo André, na Grande São Paulo, e outros sete assassinatos. Além disso, um ônibus biarticulado foi incendiado, ferindo o cobrador. E sete pessoas foram baleadas.


O governo não atribui a onda de violência diretamente ao Primeiro Comando da Capital, o PCC, mas, ontem, o traficante Piauí, suspeito de ser o mandante dos ataques a policiais militares – nada menos que 91 PMs foram mortos a tiros desde o início do ano, contra 56 no ano passado –, foi transferido pela Polícia Federal para um presídio federal em Rondônia. É a primeira medida efetiva no plano de cooperação entre os governos estadual e federal.

Entre as medidas anunciadas para acalmar as famílias de policiais militares, o governo paulista anunciou que a cobertura do seguro para policiais assassinados será de R$ 200 mil."
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: